9 Atitudes de um dono responsável de gato

Quando pensamos em gatos a primeira coisa que nos vem a mente é um animal totalmente independente e que sabe se cuidar muito bem sozinho. Bem, apesar dessa visão geral que reside na mente de praticamente todas as pessoas, não é bem assim.

Antes de começarmos aqui a discussão de quem é melhor, gatos ou cachorros, já estabelecemos que ambos são animais maravilhosos e precisam ser muito bem cuidados para que permaneçam sempre saudáveis.

Se você está pensando em adotar um gatinho ou já tem um, esse texto é para você. Para mantê-los saudáveis e felizes existem algumas atitudes que todo tutor (sim, escolhemos a palavra tutor deliberadamente, pois não podemos possuir uma vida, somente cuidar dela) deve fazer.

  1. Levar ao veterinário

Apesar de ser uma dica um pouco óbvia, é facilmente esquecida, especialmente por donos de gatos. Gatos não costumam ser tão “escandalosos” quanto cachorros quando estão com algum problema, então, levá-lo regularmente ao veterinário é ideal para identificar problemas de saúde ainda no começo e corrigi-los antes de afetar a qualidade de vida do seu bicho de estimação.

Esqueça essa ideia de animal independente, você é responsável por ele e cabe a você leva-lo regularmente até um profissional de saúde. Você vai regulamente ao médico? Porque o seu gato não deve?

  1. Telas nas janelas

Colocar telas nas janelas da casa ou apartamento. Se parecer uma mudança drástica demais, você não está pronto para cuidar de um gato. Esses animais são escaladores e, como qualquer outro, adoram explorar o ambiente, especialmente nas alturas, sendo assim, todas as janelas, mesmo aquelas que parecem ser pequenas demais ou altas demais, devem ser teladas com uma tela de segurança de abertura apropriada.

Lembre-se sempre, mesmo que ela pareça de difícil acesso, o seu gato vai dar um jeito de alcançar, outra certeza nessa vida é somente a morte. Para que ele não se acidente, melhor prevenir.

  1. Castrar

Tem gente que acha isso uma crueldade e é sim um assunto polêmico, mas faz parte dos tópicos de tutores de animais de estimação. Castrar o seu gato é uma questão vital para manter a saúde dele a longo prazo, isso mesmo, não tem função de somente impedir a procriação, a castração é muito importante para prevenir doenças do trato urinário tais como câncer e aumenta o bem-estar do mesmo (parece engraçado dizer que aumenta o bem-estar, mas os gatos ficam bastante estressados ao não conseguir cruzar de tempos em tempos).

  1. Atualizar as doses de antipulgas

Mesmo que o seu felino não tenha pulgas e/ou carrapatos não é motivo para deixar de atualizar a dose de antipulgas dele. Escolha a marca que melhor te convenha e ministre as doses ao seu gato de acordo com o descrito na embalagem, isso impede que verdadeiras infestações se instalem no seu bicho de estimação e também em sua casa. Além disso, ajuda a prevenir doenças sérias transmitidas por esses artrópodes que, se não identificadas cedo, certamente o levarão a óbito. Nunca deixe de se prevenir quanto a isso, mesmo que o seu seja um “gato de apartamento”.

  1. Hidratação

Garantir que o seu felino está tomando água o suficiente pode ser uma tarefa um pouco árdua, contudo, não impossível. Os gatos não tomam muita água por natureza, mas podemos usar de alguns artifícios para que eles nunca deixem de hidratar-se, tais como, deixar sempre água fresca disponível para ele, assim ele não rejeitará a água com aquele jeitão exigente que bem conhecemos. Outra metodologia muito interessante nesse quesito é usar uma ração que tenha alto teor de umidade, por volta dos 80%.

  1. Caixa de areia sempre limpa

Os gatos são animais extremamente limpos e apreciam que o ambiente a sua volta também esteja (lembre-se do jeitão exigente), sendo assim, manter a caixa de areia limpa é muito importante. Caso eles se deparem com um ambiente extremamente sujo, eles certamente irão procurar outro lugar para fazer suas necessidades. Então, pelo bem-estar do seu gato e da sua residência, caixa de areia sempre limpa.

  1. Escovação

Dessa vez não estamos falando de escovar os pelos do seu gato, uma tarefa bastante simples, inclusive amplamente apreciada pelos felinos, estamos falando de escovar os dentes deles. Sim, essa tarefa será quase impossível e ele te odiará pelo resto do dia, contudo, é extremamente importante para a saúde dele como um todo. Esse hábito evita doenças inflamatórias na gengiva, mau-hálito e outras condições.

  1. Escovação (dos pelos)

Escovar os pelos do seu gato não é uma tarefa tão necessária, já que grande parte deles já estão espalhados por toda a sua residência, mas é bastante interessante que seja feito com alguma regularidade. Pode ser um momento de lazer tanto para você quanto para o seu gato e ainda permite que você avalie a presença de parasitas externos e/ou ferimentos.

  1. Petiscos com moderação

O ideal é que petiscos só sejam dados em momentos de treinamento, pois o seu uso em excesso pode causar sobrepeso muito rapidamente, então, moderação nesse hábito. Por mais que ele pareça feliz naquele momento, não vai ser nada benéfico para a saúde dele (se imagine comendo hambúrgueres diariamente).

 

Essas foram algumas atitudes necessárias para que o seu bicho de estimação tenha uma vida confortável e com muita saúde, sem sustos para o tutor nem para o próprio animal.

 

Essas foram nossas dicas de hoje, logo logo teremos mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *